Exposição A Cara do Rio 2011 abre uma janela sobre a cidade

Exposição A Cara do Rio 2011 abre uma janela sobre a cidade – Centro Cultural dos Correios

Mais de cem artistas se mobilizaram para a exposição A Cara do Rio 2011 que o Centro Cultural
Correios abre no proximo dia 26 de fevereiro, sábado, a partir de 15h, com entrada franca. A
inspiração entrou pela janela e tomou conta de paletas, pincéis, lentes, moldes e prensas.

O curador da mostra, Marcelo Frazão, traduz o senso comum que norteou os trabalhos
expostos, “Uma janela é no mínimo ambígua, sempre pressupõe dois lados, como a natureza
humana”. Assim ao se abrir os olhos para a cidade, a vista alcança os vários angulos e
situações que percorrem o Rio de Janeiro.

Como as tradicionais rodas de amigos e de carteado de “Largo do Machado”, na aquarela
de Maria Veronica Martins; a foto de Lucia Figueiredo, que contrapõe o Cristo Redentor ao
urubu sempre à espreita; o instantaneo captando o surfista diante da ressaca do Leblon, na
imagem de Marta Bucher; a sofrida e agora renascente Tijuca como mote para a composição
de Coco Barçante com as Marias Marés – grupo da comunidade da Maré; a visão ciclistica da
praia de Botafogo, no patchwork de Deborah Costa; o mosaico-aquarela do rico universo do
samba do Salgueiro por Lucia Barata; o skyline da Floresta da Tijuca na tela não tão ingenua
de Lucia de Lima; o registro fotografico de prédios já demolidos da zona portuaria carioca,
na lente de Marcelo Frazão; ou ainda as loas à vista paradisiaca do Aterro do Flamengo, com
inspiração do mestre Gauguin, conforme o quadro de Maria Helena Hoffmann, entre vários
outros.

Em todos estes trabalhos podemos observar o que o curador sublinha: “Não é apenas para
olhar e interagir que vamos à janela. Sua importância é bem maior, seja no plano físico, virtual
ou no plano metafórico. É por onde a cidade desfila diante dos olhos”.

A Cara do Rio 2011 vai exibir 110 obras entre pinturas, fotografias, esculturas, aquarelas,
objetos, desenhos, gravuras, de diversos formatos, que traduzem ou fazem parte da memoria
de cada artista. Nesta visão, o catálogo da exposição A Cara do Rio 2011 conta com um
posfácio do renomado escritor e critico literário Silviano Santiago, relembrando o encontro de
um mineiro com a cidade maravilhosa. Aliás, por reunir o perfil de mais de uma centena de
artistas a cada mostra, o catalogo da exposição funciona também como um anuário de artes
plásticas.

Fechando o panorama, na avaliação do curador Marcelo Frazão, esta oitava edição da mostra
A Cara do Rio(começou em 2003) sugere que “janela é foco, é moldura para os sentimentos
que o Rio inspira, seja da janela de um avião sobre a cidade ou do simples pretexto de abrir e
fechar uma janela”.

Exposição: A Cara do Rio 2011/
Abertura: 26 de fevereiro, às 15h, sábado.
Periodo: 27 de fevereiro a 3 de abril.
Visitação. De terça a domingo de 12h até 19h.
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – tel: 2253-1580
Entrada franca
Visite: http://www.acaradorio.art.br

Sobre maniamuseu

Maníaco por museus de todo mundo. Eles trazem a história, o futuro, o diferente e a cultura. Entretenimento e educação. Viaje em maniamuseu.
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s