Museu Nacional de Belas Artes faz 74 anos

Parabéns ao Museu Nacional de Belas Artes que completa 74 anos.O museu faz parte do Ibram que é o órgão governamental brasileiro que mantém uma série de museus no país. Sobre o aniversário o Ibram divulgou a seguinte nota:

Fonte: Assessoria de Comunicação, Ibram/MinC
Data de Publicação:  12/01/2011
Museu Nacional de Belas Artes comemora 74 anos

O Museu Nacional de Belas Artes completa 74 anos nesta terça-feira, 13 de janeiro. Para marcar a data, o museu carioca fará a entrega do diploma Quirino Campofiorito a pessoas que contribuíram para o desenvolvimento da instituição no período de 2006 a 2010. Entre os homenageados, estão representantes do Ibram, Iphan, Fundação Vitae, CEF, Petrobras, BNDES, Banco Itaú, Instituto Cervantes e Istituto Italiano, entre outras instituições. A cerimônia será realizada nesta terça-feira, às 15h, no museu.

A programação de aniversário inclui ainda uma série de eventos. Em 19 de janeiro, às 15h, a a artista plástica paulista Josely Carvalho, que expõe no museu Diário de Cheiros: Nidus Vitreo, faz visita guiada à exposição com a curadora da mostra, Laura Abreu.

No dia 25, às 15h, é a vez da crítica de arte Maria Luiza Távora, que fala sobre a obra de Fayga Ostrower. Em 27 de janeiro, também às 15h, a mesa-redonda reúne Ferreira Gullar, o pesquisador Antônio Carlos Secchin e os poetas Salgado Maranhão e Carlos Dimuro para falar sobre arte e literatura.

História – O Museu Nacional de Belas Artes foi criado pela lei nº 378, de 13 de janeiro de 1937, e sua inauguração se deu no dia 19 de agosto de 1938, com a presença do então presidente Getúlio Vargas. A nova instituição instalou-se desde a sua criação no edifício da Escola Nacional de Belas Artes, na Avenida Rio Branco, 199. O arquiteto autor do projeto foi um dos mestres da Escola, Adolfo Morales de Los Rios (1858-1928). O edifício foi elaborado no estilo fin-de-siècle e lembra palácios renascentistas franceses (influência do Louvre de Paris, por exemplo), além de apresentar características formais neoclássicas.

O museu é vinculado ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC) e tem por objetivo a aquisição, conservação,  pesquisa e divulgação de obras de arte que evidenciem a evolução da produção artística brasileira e estrangeira.

Sobre a programação de aniversário do Museu:

No mês de aniversário do MNBA, criado em 13 de janeiro de 1937,  a programação é a seguinte:

13 de janeiro, às 15h – Solenidade de entrega da Medalha Quirino Campofiorito às pessoas e patrocinadores que contribuiram para o desenvolvimento do MNBA, no período de 2006 a 2010.  Lançamento do Anuário do MNBA nova fase – volume I. Entrada franca.

19 de janeiro, às 15h – Tarde Cheirosa – A artista Josely Carvalho e a curadora da exposição, Laura Abreu, fazem uma visita guiada à mostra Nidus Vitreo, situada no 2º piso. Entrada franca.

25 de janeiro, às 15h – Mesa redonda com a critica de arte Maria Luiza Távora – homenagem a  falecida artista plástica Fayga Ostrower. Entrada franca.

27 de janeiro, às 15h – Mesa redonda com o critico e artista Ferreira Gullar, o pesquisador Antônio Carlos Secchin, e os poetas Salgado Maranhão e Carlos Dimuro.  Tema:  Arte e literatura. Entrada Franca.

O Museu:

O acervo do Museu Nacional de Belas Artes teve origem no conjunto de obras de arte trazido por D. João VI de Portugal, em 1808, ampliado alguns anos mais tarde com a coleção reunida por Joachin Lebreton, que chefiou a chamada Missão Artística Francesa, formando a mais importante pinacoteca do país. Este núcleo original foi enriquecido com importantes incorporações ao longo do século XIX e início do século XX.

Com a construção da nova sede da Escola Nacional de Belas Artes, em 1908, projeto do arquiteto Moralles de los Rios, este acervo passou a ocupar parte do novo prédio, sendo o Museu criado oficialmente em 13 de janeiro de 1937.

Acervo:

Desenho Brasileiro Desenho Estrangeiro Escultura Brasileira Escultura Estrangeira Arte Africana Gravura Brasileira Gravura Estrangeira Pintura Brasileira Pintura Estrangeira

O acervo do Museu Nacional de Belas Artes conta atualmente com 16.088 peças. Compõe esse acervo obras de Pintura, Escultura, Desenho e Gravura brasileira e estrangeira dos séculos anteriores até a contemporaneidade, além de reunir um segmento significativo de Arte Decorativa, Mobiliário, Gliptíca, Medalhística, Arte Popular e um conjunto de peças de Arte Africana. Para ilustrar essa página foram selecionados dez destaques de cada coleção que serão periodicamente trocados proporcionando assim ao visitante uma visão panorâmica da história das artes visuais no Brasil.

Local:

 

Fonte:

Sobre maniamuseu

Maníaco por museus de todo mundo. Eles trazem a história, o futuro, o diferente e a cultura. Entretenimento e educação. Viaje em maniamuseu.
Esse post foi publicado em Arte Comunicação&Design, Museus das Américas, Museus do Brasil e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Museu Nacional de Belas Artes faz 74 anos

  1. Pingback: Galeria de Arte Brasileira do Século XIX é reaberta |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s