Museu Militar do CMS

Museu Militar do Comando Militar do Sul traz história e equipamentos do Exército Brasileiro…

… Confira seu Acervo e a Exposição Atual.

O Museu Militar dispõe de um acervo de grande valor histórico, apresentado através de salas para exposições temáticas temporárias que abordam a História do Exército Brasileiro, formado por carros de combate, viaturas, canhões, uniformes, equipamentos, condecorações e honrarias, fotografias e documentos.O acervo é composto de 4000 peças divididas em uniformes, fotografias, medalhas, armas leves e pesadas, viaturas hipomóveis e motorizadas. São peças que remontam ao período colonial chegando aos nossos dias.

Pátio Principal do Museu

Esta mostra conta os fatos referentes à presença da força terrestre desde o século XVII com o inicio da ocupação lusitana na Colônia de Sacramento até o século XXI com as ações  para manutenção da paz.  São utilizados como recursos fotos, textos e peças utilizadas pela força terrestre.

Existem peças em exposição de grande importância como: um foguete a Congrève, utilizado durante a Guerra do Paraguai, um dos últimos exemplares ainda existentes na América Latina; uma moto Harley-Davidson utilizada pela Policia do Exército no período do III Exército; um canhão de bronze fabricado em 1799, pelo Arsenal Real da Corte Portuguesa no período da Rainha Maria I.

O Museu possui duas viaturas blindadas que podem receber visitação permitindo ao público interagir com o acervo: Carro de Combate M41, e um Carro Blindado Transporte Pessoal M59, veiculo com capacidade anfíbia, utilizada pelo Exército na década de 60 e 70 do século XX.

Para as escolas foi especialmente preparado um folder didático que poderá ser utilizado em sala de aula pelos professores para melhor trabalharem os fatos históricos observados durante a visita.O projeto que esta sendo apresentado foi concebido pela equipe técnica do Museu Militar com apoio do Tribunal de Contas do Estado, através do seu Memorial, e da Secretaria de Estado da Cultura, através do Sistema Estadual de Museus do RS.

Sagüão de entrada do Museu

Cavalaria-hipo

Cavalaria-hipo

Cavalaria-hipo

Brasil Colônia

Brasil Colônia

Brasil Colônia

Brasil Colônia

CMS hoje

Guerra do Paraguai até III Exército

III Exército

III Exército

Guerra do Paraguai até III Exército

Guerra do Paraguai até III Exército

Guerra do Paraguai até III Exército

Guerra do Paraguai

Ala dos Blindados

Sherman M4

Jeep com as insígnias da FEB.

Jeep Bombeiro

O nosso Museu vem desde a sua criação, em 1999, dedicando atenção ao seu acervo de armas leves, pesadas e de veículos blindados. Compõe o primeiro grupo cerca de 400 exemplares de revólveres, pistolas, carabinas, fuzis e metralhadoras. Nele, entre muitos, destacam-se os revólveres Nagant e os fuzis Mannlicher, utilizados na 3ª Expedição do Exército durante a Campanha de Canudos.

Foguete a Congrève da Campanha da Tríplice Aliança.

A pistola Colt .45 M 911 A1 e os fuzis Springfield e Garand M1 empregados pela FEB na II Guerra Mundial bem como as MP 40 e MG 42, armamento padrão da Wermarcht e o lendário AK 47.

Display com metralhadoras usadas na Segunda Guerra. Sendo, da esquerda para direita, MP40 alemã, sub-metralhadora Thompson e sub-metralhadora M3 americana.

O material pesado é integrado por canhões, obuseiros, morteiros e foguetes, quase todos em exposição na Galeria dos Canhões. Destacam-se um canhão holandês fundido em bronze, em 1620, vários Whitworth, de 1867, Krupps e Schneiders 75, bem como um raríssimo Foguete a Congrève da Campanha da Tríplice Aliança.

Galeria de canhões.

Preocupados em dialogar com a comunidade, o Museu Militar recebe doações de acervos, que dinamizam e promovem a harmoniosa intenção existente entre o Exército e a Sociedade, inclusive pela sua Associação de Amigos, atuante, composta de colecionadores e entusiastas civis e militares, que cooperam ativamente nas ações do Museu.

Vista do pátio em dias de visitação. No centro da foto, um canhão de costa usado de origem americana datado de 1917 pelo Brasil.

Visão da culatra do canhão de costa que esta em exposição no Pátio Central do Museu.

Como agente de educação e desenvolvimento cultural, desenvolvemos pesquisas, catalogação, guarda e conservação de acervos militares, recebendo apoio de órgãos do Estado, Fundação Cultural do Exército e iniciativa privada.

Porto Alegre (RS) – Foi inaugurada, no dia 18 de maio, no Museu Militar do Comando Militar do Sul (CMS), a Exposição Brigadeiro Antonio de Sampaio – 200 Anos de Nascimento do Patrono da Arma de Infantaria.

A exposição retrata a história e a vida do Brigadeiro Sampaio, as principais revoluções e batalhas a qual participou, além de mostrar a Infantaria contemporânea através de imagens, fardamentos característicos e dioramas. O público, ainda, terá a oportunidade de ver atividades típicas da Infantaria como rappel, tirolesa e paraquedismo. Bem como, há uma ala que apresenta a “Infantaria no Mundo” com fardamentos originais usados na 2ª Guerra Mundial por vários países. O Comandante Militar do Sul, General-de-Exército Túlio Cherem acompanhado dos Comandantes da 3ª Região Militar, General-de-Divisão Benzi, da Artilharia Divisionária da 6ª Divisão de Exército, General-de-Brigada Sergio, do Chefe do Estado-Maior do CMS, General-de-Brigada Jungthon, do General-de-Exército R1 Harry Alberto Schnardorff e da Coordenadora do Sistema Estadual de Museus do Rio Grande do Sul, Simone Flores Monteiro realizou a abertura da Exposição. Na oportunidade, os convidados puderam percorrer as instalações do Museu e conhecer o acervo. O Museu Militar do CMS é aberto ao público, com entrada franca de terças a quintas-feiras, das 9 às 17h, sextas-feiras, das 9h às 12h, sábados, domingos e feriados, das 13h30min às 17h.

Fotos – St Ancines – Sd Diego Neves

A abertura foi realizada pelo Comandante Militar do Sul, General-de-Exército José Carlos De Nardi e contou com um expressivo número de convidados que puderam prestigiar a nova exposição. Com dez anos de atuação, o Museu Militar expõe a história de sua criação e os grandes projetos realizados ao longo dessa trajetória, objetivada pela permanente preocupação de estreitar o relacionamento entre a sociedade civil e militar, além de promover meios de informação a comunidade. O Museu Militar do Comando Militar do Sul (Rua dos Andradas, 630, na Capital) agenda visitas gratuitas de escolas de ensinos Fundamental e Médio das redes públicas da Capital. O projeto “A Escola vai ao Museu” oferece também ônibus para buscar os estudantes nos colégios. Informações: (51) 3226 5883, de segunda a quinta-feira, das 9h às 17h, e nas sextas-feiras, das 9h às 12h, e-mail: museumilitar@terra.com.br Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email . A entrada no Museu é gratuita e as visitas podem ser realizadas de terça-feira à quinta-feira, das 9h às 17h, sextas-feiras, sábados e domingos, das 13h30 às 17h.

Fotos Sgt Ancines

Fachada frontal do Museu Rua dos Andradas.

O Museu Militar do Comando Militar do Sul foi criado em vinte e quatro de maio de mil novecentos e noventa e nove com a intenção de recolher, preservar, conservar e expor objetos referentes a história do Exército Brasileiro, mais precisamente a do Comando Militar do Sul que compreende os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
Na certeza de que a função do museu é mais do que recolher e conservar peças do acervo histórico, a atuação do museu vem preocupando-se cada vez mais em aumentar, aperfeiçoar e diversificar as suas atividades, neste caminho procura participar das mais diversas atividades de divulgação aproximando cada vez mais o museu da comunidade.

O Museu Militar do Comando Militar do Sul, possui 2.800 metros quadrados, está situado na rua dos Andradas nº 630, no corredor cultural de Porto Alegre, em frente à igreja das Dores. O seu prédio é considerado de interesse de preservação pela prefeitura municipal de Porto Alegre.

Datado de 1867, foi construido para abrigar o Arsenal de Guerra da Província e tinha entre outras funções realizar o apoio logístico, a fabricação, a recuperação de armamentos e munições da época. Salientamos a função social do estabelecimento em relação aos Expostos da Santa Casa de Misericórdia, onde os meninos não adotados ao completarem sete ou oito anos eram encaminhados ao Arsenal da Província para aprenderem algum ofício até os 16 anos.
Em 1940, por determinação do ministro Eurico Gaspar Dutra, o Arsenal de Guerra foi transferido para o município de General Câmara, ocupando instalações mais adequadas. O velho prédio passa a receber novos aquartelamentos, como a sede do Depósito Regional de Armamento e Munição, o DRAM/3 até os anos 60, a Cia de Comando do III Exército e posteriormente a Cia de Comando do Comando Militar do Sul até 1999, quando foram iniciados os estudos da implantação do Museu Militar do CMS.O Museu Militar do CMS passa a ocupar o prédio do Arsenal em 2001 onde foi instalado o acervo a fim de reunir condições para melhor atendimento ao público.

Vista do prêdio do Museu nos anos 20.

Antiga imagem do Salão de Entrada.

Como era o Pátio Central do Prêdio do Museu nos anos 20.

Grupo de estudantes visitando o Museu – o Carro de combate é um M41.

O acervo é composto por peças utilizadas pelo Exército Brasileiro desde o Período Colonial, durante a ocupação dos territórios sul-brasileiros até os dias atuais para manutenção da paz.

Vista posterior do canhão de costa que esta em exposição no Pátio Central do Museu.

São viaturas, carros blindados e de combate, armamentos, uniformes, fotografias e etc. o qual é apresentado em exposições temáticas de curta e longa duração.

Vista da Ala dos Blindados.

Ala dos Blindados

O Observatório de Museus e Centros Culturais em parceria com o Departamento de Museus, com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e com o Museu da Vida da Casa de Oswaldo Cruz/FIOCRUZ publicou, em novembro de 2007, um informativo com notícias sobre a sua atuação em 35 (trinta e cinco) municípios brasileiros: Análise do perfil e das opiniões dos seus diversos públicos.
O Museu Militar do CMS está sendo destacado como a única instituição museológica do Rio Grande do Sul e do Exército Brasileiro a participar desta importante pesquisa

Museu Militar do CMS.

Sobre maniamuseu

Maníaco por museus de todo mundo. Eles trazem a história, o futuro, o diferente e a cultura. Entretenimento e educação. Viaje em maniamuseu.
Esse post foi publicado em Exército, Militar, Museus do Brasil e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s