Museu Nacional de Imigração e Colonização

O Museu Nacional de Imigração e Colonização criado pela Lei Federal no 3188 de 02 de julho de 1957 registra a memória da Imigração e Colonização no sul do Brasil a partir do processo ocorrido em 1851 na então Colônia Dona Francisca, hoje Joinville.


Aberto ao público em 28 de dezembro de 1961 na gestão do então Prefeito Helmut Ernesto Fallgatter, foi Instalado na edificação denominada Palácio dos Príncipes.
O prédio construído em 1870 para sede da administração da Colônia Dona Francisca, em 1939 foi tombado pelo Serviço do Patrimônio Histórico Nacional, criado em 1937, sendo a primeira edificação não litorânea tombada em Santa Catarina na ocasião.
Quando da criação do Museu, o então Serviço do Patrimônio Histórico Nacional firmou convênio com a Prefeitura Municipal de Joinville objetivando a instalação desta Unidade Museológica. Para tanto foi criada uma Comissão de Cidadãos Voluntários, partidários da política de preservação, para recolher objetos relacionados à imigração. Nesta ocasião com apoio de diversas empresas joinvilenses foi recuperado parte da mobília original do Palácio: uma sala de jantar confeccionada em carvalho e uma sala de visitas em jacarandá. Fruto do trabalho voluntário desta comissão, em atividades até hoje, o museu conta com um acervo estimado de cinco mil peças distribuídas em 13 coleções.

Casa Enxaimel

Seguindo um de seus objetivos, o Museu resgata a história da arquitetura enxaimel, e o embelezamento da propriedade típica do imigrante, por mais simples que esta fosse, sempre cercada por um florido jardim.
Instalada nos jardins do Museu e aberta a visitação pública a 05 de setembro de 1980,fruto do trabalho de pesquisa e investigação da Comissão do Museu,  esta casa reconstitui um ambiente semi urbano do início de século XX.
Em função de sua tipologia construtiva “autoportante”, foi desmontada e remontada no pátio do Museu, sendo original de 1905.  Seguindo a tradição, quando da reconstrução da casa, foi realizada a festa da cumieira com a colocação de uma coroa de flores no topo do telhado. Tal festa comemora no ato da colocação do telhado, o fato do homem passar a ter um abrigo.
Por se tratar de um acervo museológico a casa, como um todo, recompõe com seus móveis típicos de carpintaria, máquinas de processamento doméstico de alimentos e objetos de decoração fruto do trabalho manual como, toalhas de mesa, protetores de paredes, panos de cozinha, roupas de cama e cortinas, o viver e conviver no início do século XX.
Anexo a casa, nas dependências de serviço com a exposição dos equipamentos utilizados para fazer frente às necessidades do meio, e o abrigo noturno de animais fica demonstrada a perfeita integração entre o urbano e o rural.
Adquirida em 1957, tendo sido residência particular até 1956, a propriedade compreende uma área de 6.000 m2. A Sede Principal apresenta uma área construída de 857,46 m2 distribuídos em 3 pavimentos. O Galpão de Tecnologia Patrimonial construído em 1962 apresenta área de 280 m2. A Casa Enxaimel construção de 1905 relocada para os Jardins do Museu em 1980 apresenta área de 127 m2. Toda esta área é circundada por um Jardim de Referência Cultural.

Coleções

— Artes visuais
— Artes decorativas
— Trabalho
— Objetos cerimoniais
— Comunicação
— Transporte
— Objetos pessoais
— Embalagens e recipientes
— Interiores
— Medição
— Indumentária
— Heráldica
— Numismática

visite: http://www.museunacional.com.br

Sobre maniamuseu

Maníaco por museus de todo mundo. Eles trazem a história, o futuro, o diferente e a cultura. Entretenimento e educação. Viaje em maniamuseu.
Esse post foi publicado em Arquitetura, Arte Comunicação&Design, Design, História & Arqueologia, Museus do Brasil e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s